Pesquisar

Redes sociais


Ato internacional em Santana do Livramento homenageia Dia da Mulher
06/03/2009
No dia 08 de março será realizado, em Santana do Livramento (Rio Grande do Sul/Rivera), um ato do Dia Internacional da Mulher no Parque da Independência em defesa da luta pela igualdade. O ato está previsto para 13 h e o retorno às 16h. A CUT/SC está financiando 30% referente ao valor de cada ônibus, com ônibus confirmados de três  regionais: Meio Oeste, Sul e Florianópolis. Os roteiros são: · Meio Oeste: Fraiburgo – Rodoviária (17h) a Curitibanos – Rodoviária (19h30) à Campos Novos – Igreja Matriz (21h30) a Chapecó – Igreja Matriz (00h30); · Sul: Criciúma · Florianópolis – Terminal Cidades Plataforma E (20h) a Imbituba – Trevo do Bairro Nova Brasília (21h45);   Os ônibus das Regionais de Florianópolis e Meio Oeste estão com algumas vagas. Para que o sindicato possa confirmar sua presença é necessário que entre em contato com Greice na CUT/SC para passar os nomes com seus devidos RGs até dia 06/03/2009 às 12:00 horas. A conta para rateio é: Banco do Brasil CUT/SC – Micro Regiões Agência: 3174 7 C/C: 8729 7 R$ 130,00 por pessoa   Conforme correspondência anterior, as regionais ficaram responsáveis por imprimir o material em preto e branco com a pauta de reivindicações que será debatida no ato. Este folder está disponível no seguinte endereço: www.cut-sc.org.br/orc/folder_mulheres.pdf Observação Importante: Despesas com os ônibus: Será feita uma campanha com todas as entidades filiadas para subsidiar o Ato, dando continuidade à contribuição solidária, a exemplo dos atos anteriores. Portanto, ainda que sua entidade não tenha público para enviar a Santana do Livramento, deverá contribuir com os demais participantes;   · Outras despesas (alimentação/eventuais gastos) são de responsabilidade de cada...
Projeto do Piso Estadual agora será encaminhado por iniciativa popular
04/03/2009
A coleta de assinaturas para encaminhar o projeto do Piso como um Projeto de Lei de iniciativa popular é a principal estratégia para fazer avançar a iniciativa de Santa Catarina ter um salário mínimo. O estado é o único entre as regiões Sudeste e Sul que não possui esta ferramenta. Até o momento, a tentativa era de que o governador encaminhasse o projeto como de sua autoria conforme estabelece a legislação. O projeto não pode ser de autoria parlamentar. Mas até hoje, após dois anos de debates do projeto no movimento sindical e na sociedade, o governador teve apenas uma reunião, no final de 2008, com as cinco centrais sindicais, que encaminham conjuntamente esta ação. A segunda reunião, que seria feita também com a presença dos empresários, para debater o projeto já foi cancelada quatro vezes. Agora o movimento tomou a decisão de encaminhar o projeto como de iniciativa popular, coletando assinaturas. São necessárias 30 mil assinaturas, mas o movimento tem a meta inicial de 100 mil. Além de coletar as assinaturas, as centrais querem criar a oportunidade de debater o projeto com a sociedade. Já estão programadas atividades para a coleta de assinaturas em todo o estado. Florianópolis – Em reunião realizada no dia 2 de março, na Fecesc (Federação dos Trabalhadores no Comércio no Estado de Santa Catarina), mais de 30 lideranças sindicais que encabeçam o movimento definiram uma série de atividades com o objetivo de conscientizar e sensibilizar a sociedade catarinense para a importância do projeto. Entre as iniciativas de maior relevância, o destaque é a realização do abaixo-assinado. A coleta das assinaturas será feita no período de 11 de março a 31 de maio. No dia 11 de março, às 9h30, acontece uma reunião do movimento sindical, que deve contar com mais de cem lideranças, para organizar o mutirão de coleta de assinaturas pelo estado todo. A reunião é aberta a todo o movimento sindical. Às 15h está prevista entrevista coletiva à imprensa, no Plenarinho da Assembléia Legislativa, em Florianópolis. A intenção é coletar mais de 100 mil assinaturas, que serão encaminhadas para os deputados, caracterizando um verdadeiro apelo popular em favor do projeto de implantação do piso estadual de salário. O Projeto de Lei de iniciativa popular está baseado no Artigo 61 da Constituição Federal, regulamentado pela Lei Federal nº 9.709/1998 e no Artigo 2º da Constituição Estadual, regulamentado pela Lei Complementar nº 220/2002. Para este mês de março ainda estão agendadas atividades nas principais cidades do Estado, começando por Florianópolis, no dia 11 de março, seguida por São Miguel do Oeste (16 de março), Chapecó (dia 17), Joaçaba (dia 18), Lages (dia 19) Joinville (dia 23), Blumenau (dia 24), Itajaí (dia 25), Criciúma...

Seminário Internacional debate crise econômica e papel do estado

04/03/2009
O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), órgão consultivo da Presidência da República, promoverá, dias 5 e 6 de março, no Centro de Convenções do Brasília Alvorada Hotel (SHTN Trecho 1, Conj 1B, Bloco C), o Seminário Internacional sobre Desenvolvimento, que deverá discutir, entre outras questões, o papel do Estado e os desafios diante da crise e a regulação do sistema financeiro. O Presidente da FECESC, Francisco Alano, participa do evento em Brasília.   O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, fará a palestra de abertura do evento, às 9 horas do dia 5 de março. Em seguida, o Ministro da Secretaria de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, que também é secretário-executivo do CDES, coordenará um painel sobre o novo padrão de desenvolvimento, que deverá contar as presenças da Ministra-Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff; do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo; do Ministro da Fazenda, Guido Mantega; e do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. No dia 5, à tarde, o presidente do Ipea, Marcio Pochmann, participará de uma mesa-redonda de discussão sobre o papel do Estado, com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho; o economista Ignacy Sachs (diretor do Centro de Estudos sobre o Brasil Contemporâneo na França); o economista da Universidade do Texas, James Galbraith (professor da Lyndon B. Johnson School of Public Affairs da Universidade do Texas. Investigador sobre o trabalho e a desigualdade, exerceu diversas funções no Governo dos EUA.); e o consultor Jan Kregel. O CDES é presidido pelo presidente Lula e foi criado há sete anos com o propósito de debater as principais questões nacionais e apresentar propostas para programas do governo. Tem como membros permanentes 13 ministros de Estado e 90 líderes da sociedade civil, entre dirigentes empresariais, sindicais e de organizações civis....
Seminário Internacional debate crise econômica e papel do estado
03/03/2009
O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), órgão consultivo da Presidência da República, promoverá, dias 5 e 6 de março, no Centro de Convenções do Brasília Alvorada Hotel (SHTN Trecho 1, Conj 1B, Bloco C), o Seminário Internacional sobre Desenvolvimento, que deverá discutir, entre outras questões, o papel do Estado e os desafios diante da crise e a regulação do sistema financeiro. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, fará a palestra de abertura do evento, às 9 horas do dia 5 de março. Em seguida, o Ministro da Secretaria de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, que também é secretário-executivo do CDES, coordenará um painel sobre o novo padrão de desenvolvimento, que deverá contar as presenças da Ministra-Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff; do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo; do Ministro da Fazenda, Guido Mantega; e do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. No dia 5, à tarde, o presidente do Ipea, Marcio Pochmann, participará de uma mesa-redonda de discussão sobre o papel do Estado, com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho; o economista Ignacy Sachs (diretor do Centro de Estudos sobre o Brasil Contemporâneo na França); o economista da Universidade do Texas, James Galbraith (professor da Lyndon B. Johnson School of Public Affairs da Universidade do Texas. Investigador sobre o trabalho e a desigualdade, exerceu diversas funções no Governo dos EUA.); e o consultor Jan Kregel. O CDES é presidido pelo presidente Lula e foi criado há sete anos com o propósito de debater as principais questões nacionais e apresentar propostas para programas do governo. Tem como membros permanentes 13 ministros de Estado e 90 líderes da sociedade civil, entre dirigentes empresariais, sindicais e de organizações civis. As inscrições para o Seminário são gratuitas Acesse a programação completa do evento: Programação Pleno...

Inflação recua na maioria das capitais pesquisadas pela FGV

03/03/2009
Seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) registraram desaceleração da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) na última prévia de fevereiro. Segundo levantamento divulgado hoje (3), Recife manteve o índice de 0,86% e foi a única capital que não registrou variação. A pesquisa aponta que em Belo Horizonte registrou alta de 0,04%, ante 0,12%. Em Brasília, o indicador passou de 0,15% para 0,07%. São Paulo teve desaceleração de 0,29% para 0,16%. Em Salvador, a taxa de inflação, que chegou a 0,45% na terceira apuração de fevereiro, caiu para 0,03% no final do mês. No do Rio de Janeiro, o índice ficou em 0,16%, ante 0,42% registrado no levantamento anterior. Segundo o estudo, o IPC-S de 28 de fevereiro de 2009 teve variação de 0,21%, 0,18 ponto percentual abaixo da taxa divulgada na última apuração. Agência...

Sintrasem denuncia violência contra lideranças do movimento sindical

02/03/2009
A diretoria do Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis) se reuniu na última quinta-feira, 26/02, para discutir e tomar as providências em relação às agressões e ameaças sofridas pelo ex-diretor do Sindicato e militante dos servidores municipais, Douglas Vieira, por parte de policiais durante o Carnaval. Segundo o Boletim de Ocorrência (nº 00104-2009-030031), registrado na 1ª DP da Capital, Douglas relatou que estava na Praça Tancredo Neves, no dia 23/02, quando foi abordado por policiais da GRT que “o levaram na presença do soldado Norton onde o mesmo ameaçava dizendo: se não fosse um lugar público ia quebrar o teu pescoço e te jogar numa vala- eu vou te pegar sozinho e te quebrar no meio, tu não é ninguém". Após as ameaças o teriam conduzido até o Tenente Coronel Newton Ramlow desferindo-lhe pontapés e golpes. Segundo o relato, o Tenente Coronel disse que só ia “ficar satisfeito quando pegar o Charles Pires”. Logo após, os policiais mandaram que Douglas fosse embora, seguindo-o de longe. Segundo o Boletim de Ocorrência, o fato foi presenciado por quatro testemunhas. A diretoria do Sintrasem acredita que a atitude dos policiais tem caráter de perseguição política, devido à atuação de Charles Pires, diretor de Comunicação do Sintrasem, e de Douglas Vieira, nos movimentos reivindicatórios dos servidores da Prefeitura de Florianópolis. Charles Pires, como uma das principais lideranças da categoria, já sofreu várias ameaças por parte de Newton Ramlow. Por isso, a diretoria do Sintrasem decidiu ir até a Corregedoria da PM para denunciar as ameaças e pedir apuração dos fatos. Também já se reuniu com outros representantes do movimento sindical e social que lutam contra a criminalização dos movimentos sociais. Com informações do...
Trabalhadores da indústria têxtil ganham reajuste de 7% em Joinville
27/02/2009
O Sindicato dos Trabalhadores Têxteis de Joinville definiu ontem o aumento de 7% nos salários da categoria. O reajuste representou 0,57% de ganho real, além de 6,43% de reposição da inflação nos últimos 12 meses. O aumento maior foi para o piso de efetivação, que passou de R$ 521,40 para R$ 569,80: um reajuste de 9,28%. A proposta foi aprovada no sábado, em assembleia que reuniu cerca de 350 trabalhadores. Os trabalhadores da indústria têxtil (5 mil na região) são os primeiros a ter reajuste salarial em Joinville. O aumento real deste ano foi menor do que os 0,8% conquistados em 2008. A inflação durante o ano passado e a crise devem ser os inimigos dos trabalhadores nas discussões salarias de...
Desemprego em janeiro é o menor dos últimos 10 anos, aponta pesquisa Dieese
26/02/2009
A taxa de desemprego medida pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos) em seis das principais regiões metropolitanas do país registrou em janeiro o menor índice para o mês desde 1998, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (26). De acordo com a pesquisa, a taxa de desemprego total (aberto mais oculto) em janeiro foi de 13,1% da população economicamente ativa nestas regiões, recuo de mais de um ponto percentual em relação ao mesmo mês de 2008. Na comparação com desemprego do ano passado, houve aumento de 0,4 ponto percentual, resultado que, para o Dieese, é comum nesse período. Na análise por região, o desemprego recuou em quase todas na comparação anual, com exceção de Recife (aumento de 0,5%). Nas demais o recuo foi de 20% em Belo Horizonte; 10% em Porto Alegre; 8,1% em São Paulo; 7,1% no Distrito Federal; e 2% em Salvador. O nível de ocupação no conjunto das regiões pesquisadas aumentou 2,6%. Nos últimos doze meses, foram geradas 440 mil novas ocupações, número superior ao de pessoas que ingressaram no mercado de trabalho (261 mil), o que reduziu o contingente de desempregados em 180 mil pessoas. Na mesma base de comparação, a ocupação cresceu em praticamente todas as regiões pesquisadas: 4,7% no Distrito Federal; 3,9% em Porto Alegre e Recife; 2,8% em São Paulo; e 1,8% em Belo Horizonte. Apenas em Salvador o nível diminuiu (1,5%). O número de postos de trabalho no conjunto das regiões pesquisadas aumentou em quase todos os setores de atividade analisados: 295 mil nos Serviços (3,3%); 78 mil no Comércio (2,8%); 43 mil na Indústria (1,6%); e 37 mil na Construção Civil (3,8%). Somente no agregado Outros Setores houve redução de 16 mil postos (0,9%). Entre dezembro de 2007 e de 2008, o rendimento médio real dos ocupados no conjunto das regiões pesquisadas cresceu 2,9%. Essa variação refletiu aumentos verificados em Belo Horizonte (10,2%), Distrito Federal (7,9%), Salvador (5,7%) e Recife (4,5%). Em São Paulo e em Porto Alegre esse indicador apresentou ligeiras variações (0,4% e – 0,3%, respectivamente). A massa de rendimentos reais dos ocupados cresceu 6,9%, resultado de aumentos do nível de ocupação e do rendimento médio. A massa salarial elevou-se em 8,5%, principalmente pela expansão do nível de emprego, uma vez que foi bem menor a contribuição do salário médio real. Agência...

CDES promove reunião ampliada com Seminário Internacional sobre Desenvolvimento

26/02/2009
O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), órgão consultivo da Presidência da República, promove um grande debate sobre o desenvolvimento do País em meio à crise econômica internacional na primeira reunião plenária de 2009, nos dias 5 e 6 de março, em Brasília. O Seminário Internacional sobre Desenvolvimento trará à capital federal intelectuais de renome internacional, como James Galbraith e Ignacy Sachs. Em pauta, os desafios do Estado diante da crise, a regulação do sistema financeiro e o novo papel das instituições financeiras. O Presidente da FECESC, Francisco Alano, vai participar do encontro como representante da Federação. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, abre a reunião no dia 5 de março, às 9h. Em seguida, um painel sobre o novo padrão de desenvolvimento será coordenado pelo Ministro da Secretaria de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, que também é secretário-executivo do CDES. Prevista a participação das seguintes autoridades: Ministra-Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff; Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo; Ministro da Fazenda, Guido Mantega; e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. No dia 5, à tarde, o seminário prossegue com palestra da economista Maria da Conceição Tavares. Para encerrar o primeiro dia, haverá uma mesa-redonda sobre ao papel do Estado, com participação do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho; do economista Ignacy Sachs (diretor do Centro de Estudos sobre o Brasil Contemporâneo na França); do economista da Universidade do Texas, James Galbraith (professor da Lyndon B. Johnson School of Public Affairs da Universidade do Texas); do consultor Jan Kregel e do presidente do IPEA, Márcio Pochmann. No segundo dia do Seminário (6 de março), haverá um painel para debater a “Globalização Financeira e Perspectivas de Novo Sistema de Financiamento e Regulação do Sistema Financeiro Internacional”, com palestras do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli; do professor da Unicamp, Luiz Gonzaga Belluzzo; do diretor do Centro de Políticas e Relações Internacionais da Universidade de John Hopkins; e do economista chefe do Bradesco, Octávio de Barros. Encerrando o evento, haverá uma Mesa sobre o “Novo Papel das Instituições Financeiras Multilaterais”, com palestras do vice-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Otaviano Canuto; do diretor-executivo no Fundo Monetário Internacional (FMI), Paulo Nogueira Batista Jr; do diretor-executivo do Banco Mundial (Bird), Rogério Studart; e do professor da Unicamp, José Carlos Braga. O CDES entra em 2009 no sétimo ano de funcionamento. Presidido pelo presidente Lula, o Conselho tem como membros permanentes 13 ministros de Estado e 90 líderes da sociedade civil, entre dirigentes empresariais, sindicais e de organizações civis. Eles debatem as principais questões nacionais e elaboram propostas que servem de base para as políticas públicas e para programas do...

MEC prorroga até 4 de março prazo para candidatos da segunda chamada do ProUni

26/02/2009
Candidatos pré-selecionados, em segunda chamada, no Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até quarta-feira próxima semana (4) para comprovar os dados cadastrais informados na inscrição. A prorrogação do prazo foi anunciada hoje (25) pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com o MEC, os 57 mil pré-selecionados devem comparecer à instituição na qual pretendem estudar, para comprovar os dados cadastrais. O ProUni oferece bolsas integrais ou parciais de 50% da mensalidade. A lista dos documentos necessários está disponível na página do programa. O resultado da terceira chamada do ProUni também foi prorrogado e será divulgado no dia 11 de março. Para consultar o resultado, o candidato deve acessar o site do MEC e informar o número de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou o CPF. As informações também podem ser obtidas pelo telefone 0800 616161, gratuito. Agência...

Siga-nos

Sindicatos filiados