Pesquisar

Redes sociais


Banner Campanha Outubro Rosa e Novembro Azul 2017
Print Friendly

Palestra do autor ocorrerá no dia 8 de dezembro, a partir das 14h, no auditório da FECESC

livro-Dowbor.cdr
O economista e professor de pós-graduação da PUC-SP Ladislau Dowbor, autor de 40 livros, estará em Florianópolis no dia 8 de dezembro, sexta-feira, para palestra e lançamento do livro “A Era do Capital Improdutivo – A nova arquitetura do poder: dominação financeira, sequestro da democracia e destruição do planeta”. A participação será aberta e gratuita, no auditório da FECESC (Av. Mauro Ramos, 1624, Centro), a partir das 14h.
A realização é do DIEESE/SC, FECESC, Sindicato dos Jornalistas/SC, Sinjusc, Sindprevas-SC, FETEC, Frente Brasil Popular, Frente Parlamentar Catarinense em Defesa dos Serviços e das Empresas Públicas. Interessados em adquirir a obra, estará disponível no local por R$ 40,00.

Sobre o livro
Como os bancos registram lucros bilionários em plena recessão e desemprego? Neste livro, Ladislau Dowbor investiga como a riqueza do mundo – minérios, petróleo, trabalho, alimentos – , produzida pelo trabalho, é capturada pelos bancos e seus intermediários financeiros. Com uma vasta pesquisa, Ladislau revela os mecanismos usados pelas corporações financeiras, com estruturas que muito se assemelham a governos, para exercer o poder político diretamente e influenciar as principais decisões dos poderes públicos.
O resultado não poderia ser diferente: esterilizam a riqueza produzida pela sociedade para multiplicá-la somente em seu próprio benefício, por meio de investimentos financeiros que não criam novas tecnologias nem geram novos empregos. Ladislau demonstra por que o mercado considera positiva qualquer atividade que gere lucro – ainda que trave a economia e produza prejuízos sociais e ambientais – para enviar seus recursos, a salvo de impostos, a paraísos fiscais.
O livro destrincha como a financeirização dilacera as economias no Brasil e mundo afora ao forçar os governos eleitos a cumprir agendas refutadas pelas urnas. Sobretudo quando desviam grande parte do orçamento público para o pagamento de juros da dívida, engordando ainda mais as forças do capital financeiro em detrimento de políticas públicas de saúde, educação, previdência.

livro-Dowbor.cdr

Siga-nos

Sindicatos filiados