Pesquisar

Redes sociais


67ª Plenária da FECESC já está entre as edições mais participativas
19/11/2015
Delegações de todo o estado participaram do primeiro dia de atividades, com Mesa de Abertura e palestra sobre Direitos Humanos Iniciou na tarde de quarta-feira, 18, a 67ª Plenária Estadual dos Trabalhadores no Comércio no Estado de Santa Catarina, realizada no SESC Cacupé, em Florianópolis e se consolidando, já no primeiro dia, como uma das plenárias mais participativas. A mesa de abertura do evento, coordenada pelo presidente da FECESC Francisco Alano, contou com a presença do recém empossado Superintendente Regional do Trabalho e Emprego de Santa Catarina Vânio dos Santos, dos deputados estaduais Dirceu Dresch e Neodi Saretta e do tesoureiro da CUT-SC, Neudi Giachini, representando a presidenta Anna Julia Rodrigues. Primeiro convidado a falar, Vanio dos Santos se apresentou aos presentes assinalando ser esta a primeira Plenária que participa na condição de Superintendente Regional do Trabalho, cargo que assumiu no dia 13 de novembro. Bancário da Caixa Econômica Federal, Vanio dos Santos lembrou sua origem no movimento sindical e mostrou sua disposição em aproximar o Ministério do Trabalho, através da Delegacia Regional, aos trabalhadores e sindicatos: “Vim aqui me colocar à disposição de vocês para que o Ministério do Trabalho em Santa Catarina volte a cumprir seu papel fundamental de servir como referência aos trabalhadores; precisamos combater efetivamente as irregularidades e fazer cumprir direitos”, afirmou. O Superintende Regional do Trabalho lembrou que será uma tarefa difícil e pediu a colaboração e confiança dos dirigentes sindicais. O deputado Dirceu Dresch se dirigiu aos participantes da 67ª Plenária lembrando da “verdadeira guerra midiática” que estamos vivendo, com o massacre diário promovido pela grande imprensa no país. “Vemos a esquerda sendo criminalizada, dirigentes sindicais e militantes dos Direitos Humanos pressionados e perseguidos”, disse Dresch. O deputado lembrou da história de luta e resistência dos comerciários em Santa Catarina e convidou a todos para continuar resistindo, por nenhum direito a menos. O deputado Neodi Saretta também se referiu à onda de intolerância e tentativa de retirada de direitos no país. “Temos uma história de décadas na conquista de direitos que agora querem retirar; lutamos por estes direitos, fizemos chegar um operário à presidência da República, e agora não podemos nos omitir nem regredir nos direitos conquistados”. Por fim, o representante da CUT-SC Neudi Giachini assinalou a importância da vinda do Ministro do Trabalho e Previdência Social Miguel Rossetto à Santa Catarina na oportunidade da posse do Superintende Regional Vanio dos Santos e também da presença do Superintendente na Plenária dos Comerciários, identificando nisso um sinal de mudanças na atuação do Ministério. “Esperamos que essas mudanças se concretizem, no ano 2000 fomos chamados para conversar e criamos até um Grupo de Trabalho, que infelizmente não andou; esperamos que agora seja recuperada não somente...
Vânio dos Santos assume a Superintendência Regional do Trabalho de Santa Catarina
15/11/2015
Vânio dos Santos, que já fez parte da direção dos bancários de Florianópolis e da direção da CUT estadual, agora assume uma instância do Ministério do Trabalho e Previdência Aconteceu na tarde do dia 13 de novembro, no auditório do Tribunal de Contas do Estado – TCE em Florianópolis a posse do novo Superintendente Regional do Trabalho de Santa Catarina, o cargo foi assumido pelo ex-dirigente sindical e ex-deputado estadual e federal, Vânio dos Santos. A cerimônia contou com a presença do Ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rosseto, que também tem sua origem de militância no movimento sindical do Rio Grande do Sul e já fez parte da direção da CUT nacional. O Ministro, que está no governo federal desde 2003, falou do seu novo desafio no comando do Ministério do Trabalho e Previdência Social. “Somos lideranças dos trabalhadores, por isso temo um grande compromisso em ampliar os nossos programas. Queremos também, ampliar a economia solidária, o trabalho coletivo entre homens e mulheres”, frisou Miguel Rosseto. Vânio dos Santos que começou sua história de militância na chapa de oposição do Sindicato dos Bancários de Florianópolis e região e também já fez parte da Direção da CUT de Santa Catarina, citou por diversas vezes os seus companheiros e companheiras que ao longo de sua trajetória de vida contribuíram com o projeto político almejado pelo Superintendente. O sindicalista se emocionou no seu discurso de posse e prometeu lealdade e compromisso ao Ministro do Trabalho. “Sou filho de mineiro e costureira e quero usar a minha trajetória de vida para contribuir com o governo federal”, afirmou Vânio dos Santos. A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, participou da solenidade de posse e em seu discurso trouxe as pautas importantes do mundo do trabalho no estado catarinense. “Temos grandes pautas da classe trabalhadora, mas temos duas que são primordiais e urgentes na atual conjuntura do estado. A primeira é uma atenção dos órgãos do governo para os trabalhadores imigrantes, em especial os haitianos e senegaleses, que estão vindo trabalhar em nosso estado e alguns estão passando por condições análogas da escravidão. Outro ponto é a pauta do trabalho decente que precisa avançar para garantir melhores condições de trabalho à todos e todas”, destacou Anna Julia. Na posse tiveram representantes dos empresários e lideranças políticas, mas o auditório ficou lotado em sua maioria de representantes dos trabalhadores que foram prestigiar a posse de um sindicalista à frente da Superintendência do Trabalho. Fonte: por Sílvia...
Uma noite memorável na história da CUT-SC
06/11/2015
Nova direção da CUT-SC, gestão 2015/2019, toma posse e terá na linha de frente a primeira mulher presidenta da central A noite do dia 05 de novembro vai entrar para a história da Central Única dos Trabalhadores de Santa Catarina. Além da posse da nova direção da central, todos que participaram da solenidade, foram premiados com o show de um dos maiores cantores latinoamericano, Dante Ramon Ledesma. A direção que foi eleita no último Congresso Estadual da Central, realizado em agosto, estará coordenando à CUT-SC durante os próximos quatro anos. À frente da direção, assume a professora Anna Julia Rodrigues, marcando a história da central como a primeira mulher presidenta. A solenidade de posse, que foi realizada no auditório da Escola dos Trabalhadores da CUT, em Florianópolis, contou com a participação de 300 pessoas, entre autoridades, representantes dos movimentos sociais, militantes de esquerda, sindicalistas, familiares e amigos dos diretores empossados. A deputadas estaduais Ana Paula Lima e Luciane Carminatti, o Deputado Estadual Dirceu Dresch e o Deputado Federal Décio Lima, parlamentares do campo de esquerda e que estão sempre juntos nas lutas dos trabalhadores, vieram trazer a sua saudação para a nova direção, destacaram a importância da central na história de luta pela democracia no país e o papel que a CUT tem na garantia do projeto de desenvolvimento brasileiro. A representante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST, Daniela Rabaioli destacou as lutas conjuntas entre os movimentos sociais e sindicais e a união do campo progressista através da Frente Brasil Popular. Rosane Bertotti, Secretária de Formação da CUT nacional falou da construção das direções CUTistas com paridade. “A história mostrou que quando olhamos pro rosto de quem luta, tem homens e mulheres, pois todas as direções das CUTs dos 27 estados e a direção nacional, construíram suas direções com paridade”, destacou Rosane.  Anna Julia Rodrigues agradeceu o apoio de todos os companheiros e companheiras pela indicação do seu nome para a presidência, ressaltou alguns desafios que serão enfrentados pela nova direção e chamou a unidade da classe trabalhadora. “Estar à frente da maior central sindical de Santa Catarina, além de desafiador, é um grande orgulho, mas assumo com a certeza que tenho o apoio de todos e todas na continuidade da história de lutas e conquistas da CUT Santa Catarina”, frisou Anna Julia. No final da solenidade o tesoureiro da CUT-SC, Neudi Giachini, em nome de todos os trabalhadores e trabalhadoras catarinenses, prestou uma homenagem ao cantor Dante Ramon Ledesma. Neudi resgatou a história de militância do cantor, que muitas de suas músicas são fundo musical da luta dos movimentos sociais e sindical. Dante, que apesar de passar por um problema de saúde, cantou aos presentes e...
Não à violência contra as mulheres
23/10/2015
A CUT-SC vem a público repudiar a aprovação do Projeto de Lei 5.069/2013 que prevê a punição de quem anuncia ou induz o uso de métodos abortivos, de autoria do Deputado Federal Eduardo Cunha. O projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania – CCJC, no último dia 21 de outubro. Dificulta o acesso das mulheres vítimas do estupro ao atendimento em hospitais, chegando ao cúmulo de criar restrições no uso da “pílula do dia seguinte” para essas vítimas. Esse projeto modifica a lei de atendimento as mulheres vítimas de violência sexual e marca um retrocesso à assistência de nossas meninas e mulheres que sofreram violência tão traumática. Expressamos o nosso repúdio por essa proposição e contamos com o apoio dos deputados e deputadas comprometidos com a construção de um país igualitário, para não deixar que esse retrocesso seja aprovado em plenário! Continuaremos em luta, para que nenhum direito seja retirado! Fonte: Direção Executiva da...
Homenagem especial ao DIEESE
21/10/2015
Em sessão solene, o DIEESE foi homenageado pelos 60 anos de história, uma instituição de pesquisa e assessoria, que tem a pluralidade e seriedade como sua grande riqueza     O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos – DIEESE completa em 2015, 60 anos de fundação. Em homenagem a essa entidade formada pelo movimento sindical brasileiro e estratégica na luta da classe trabalhadora, o Deputado Estadual, o agricultor familiar Dirceu Dresch do PT, fez uma sessão solene na noite do dia 20 de outubro, no plenário da Assembleia Legislativa – Alesc em Florianópolis. Trabalhadores e trabalhadoras de diferentes categorias, líderes sindicais e movimentos sociais, estiveram presentes e acompanharam a homenagem para a entidade. Além do DIEESE, centrais sindicais e algumas federações de trabalhadores também foram homenageados. Anna Julia Rodrigues, professora da rede estadual e presidenta da CUT-SC recebeu a homenagem representando a maior central sindical do estado e agradeceu ao DIEESE pelo trabalho prestado às entidades sindicais. “Temos o DIEESE como grande parceiro, eles são muito mais do que um departamento que faz estudos econômicos e que nos dão subsídios nas negociações, o DIEESE é uma entidade estratégica, que nos fortalece e ajuda na construção de uma sociedade igualitária”, destaca Anna. Francisco Alano, comerciário de Criciúma e presidente da Federação dos Empregados do Comércio do Estado de Santa Catarina – FECESC que é filiada à CUT, também foi um dos homenageados e falou em nome das entidades sobre a história de construção do DIEESE em Santa Catarina. Segundo o comerciário que foi o primeiro coordenador do DIEESE de Santa Catarina, foi uma fase difícil, num período de regime militar, mas que precisava ser enfrentado para o fortalecimento das entidades dos trabalhadores catarinenses. Atualmente a entidade é coordenada também por uma liderança da FECESC, o comerciário de Caçador, Ivo Castanheira que destaca como uma conquista histórica da entidade, a construção do Piso Estadual de Salários. “Conquistar um piso regional, construído por diversas centrais e federações e elevar o salário dos trabalhadores catarinenses é sem dúvida um feito histórico para o DIEESE e para as entidades sindicais do estado”, salienta Castanheira. O DIEESE nacional completa 60 anos de fundação e o DIEESE de Santa Catarina, tem um pouco mais da metade dessa idade. Com 34 anos, o DIEESE catarinense conta com 90 entidades filiadas e uma equipe de sete funcionários. “Temos uma grande riqueza que é a nossa seriedade, o que tem trazido reconhecimento inclusive por parte dos patrões. Eles podem até ser contra os dados que apresentamos, mas nunca duvidam da nossa credibilidade”, salienta José Álvaro Cardoso, economista e supervisor técnico do DIEESE/SC. Fonte: por Sílvia Medeiros /...

Siga-nos

Sindicatos filiados